Outubro rosa 2018: A importância de conscientizar

Outubro rosa 2018: A importância de conscientizar

O câncer de mama é o segundo mais comum entre as mulheres, algo em torno de 25% do público feminino, ficando atrás apenas do câncer de pele. Apenas no ano de 2018, foram identificados 57 mil novos casos, de acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), e justamente por esse número alarmante, as campanhas como o outubro rosa chegam a mais uma edição, onde busca conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção e do precoce diagnóstico.

A doença, em sua grande maioria, atinge as mulheres a partir dos 35 anos de idade, com os riscos aumentados para as que tem 50 anos ou mais. Entretanto, não significa que as possibilidades da doença sejam totalmente descartadas por quem tem menos de 30 anos, assim como, para o público masculino, que apesar de ser raro, atinge cerca de 1% dos casos. Por isso, é de extrema importância a busca pela prevenção e diagnóstico precoce da doença

A detecção precoce da doença é de grande importância para que aumente as chances de cura, por isso, os médicos recomendam que o autoexame seja realizado a partir dos 20 anos de idade. A partir dos 35 anos, é recomendado que seja realizado frequentemente a mamografia associado ao ultrassom, que é o único exame capaz de detectar uma lesão cinco anos antes de se tornar palpável, garantindo 97% de acerto nos diagnósticos.

A A.T.I. BRASIL apoia a causa e defende o direito à vida e bem-estar de toda a população, colaboradores, clientes, amigos e parceiros comerciais. Reforça ainda, que em caso de suspeita ou sintomas da doença, busque um médico imediatamente para uma avaliação profissional.